Organização realiza ação com banho para pessoas em situação de rua durante pandemia

Atualizado: Abr 29

fonte: OPOVO online

Pelo menos 200 pessoas são atendidas diariamente no "Banho com Dignidade". Projeto tem sede em igreja de Fortaleza e acontece às sextas, sábados e domingos. Saiba como ajudar


Além de ser comemorada a Páscoa, o domingo 12 de abril é também o Dia Internacional de Luta pelos Direitos da Criança e do Adolescente em Situação de Rua. Em Fortaleza, e Organização Não Governamental (ONG) O Pequeno Nazareno (OPN), que já atua na temática, realizou o "Banho com Dignidade", que oferece banho para pessoas em situação de rua na Capital. 


A educadora social de Rua do projeto, Flor Fontenele, conta como surgiu a iniciativa. "Desde que começou essa pandemia, eu tenho escutado cada história, todas muito fortes. Uma delas foi a de um senhor de 60 anos. Eu estava na Praça do Ferreira distribuindo alimentos quando ele me procurou e começou a gritar no meio da praça: "Ajude a gente, a gente precisa tomar banho". Ele foi para debaixo do relógio da praça, na fonte com aquela água imunda, entrou, começou a se molhar e disse: "A gente está tomando banho aqui, a gente precisa de água".

A partir disso, os voluntários da OPN começaram a se organizar para atender parte da demanda da população em situação de rua - ação que deve acontecer outras vezes. Ainda conforme Flor, que coordena uma equipe com quatro educadores que trabalham nas ruas, o grupo levou à Praça do Ferreira kits de higiene, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e guloseimas, aproveitando a Páscoa.

"A gente forrou o chão da praça com tecidos para as crianças não sentarem no chão e ter uma distância segura uma da outra", explica a educadora. Palhaços também fizeram a alegria das crianças na praça, sem deixar de lado a formação educativa sobre a pandemia. Dois deles, inclusive, com nomes característicos: Palhaço Corona e Palhaço Álcoolgelson.

"As crianças receberam sabonetes para utilização posterior, máscaras respiratórias. Levamos água mineral. Nós fizemos 150 kits. A praça está em uma situação deprimente, lotada. Nós levamos 150 kits e tinha, exatamente, essa quantidade de criança", alerta Fontenele. Ainda conforme a voluntária, tanto bebês quanto adolescentes estão em situação de vulnerabilidade na Praça do Ferreira.


Adriano Ribeiro, coordenador de projetos sociais da OPN, explica que a ação tem como objetivo proteger a infância. "Neste período de pandemia, a recomendação do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), é a inclusão de crianças e adolescentes em situação de rua no grupo de risco para complicações da infecção pelo novo coronavírus, tendo em vista sua vulnerabilidade social. Enquanto o poder público não atende completamente as necessidades dessas crianças e de suas famílias, Organizações da Sociedade Civil como O Pequeno Nazareno, de modo coerente, cumprem a missão de proteger nossa infância e contam com a solidariedade da população".

De acordo com Flor, o "Banho com Dignidade" é uma ação recorrente da ONG. Pelo menos 200 pessoas são atendidas diariamente. Iniciativa acontece às sextas, sábados e domingos, em parceria com a Primeira Igreja Presbiteriana Independente e projeto Fortaleza Invisível. "A gente abre a sede da igreja que nos acolheu e oferece os banhos. Essas pessoas recebem kits de higiene com shampoo, sabonete, escova de dente, toalha descartável", acrescenta a voluntária.

Domingo, por ser o Dia Internacional de Luta pelos Direitos da Criança e do Adolescente em Situação de Rua, essa e outras atividades foram oferecidas. Atualmente, conforme Adriano Ribeiro disse ao O POVO, o Sítio OPN em Maranguape acolhe 30 crianças e adolescentes, se estendendo às famílias. No programa de aprendizagem da ONG são 220 adolescentes e jovens e no Projeto Abrace do Grande Vicente Pinzon, a organização iniciou um atendimento que deve chegar 1.700 pessoas nos próximos dois anos, segundo o coordenador.

Para ele, é preciso que o poder público (Município e Estado), elabore um plano de contingência que atenda integralmente crianças, adolescentes, adultos e idosos em situação de rua. "A política pública precisa se adequar às necessidades deste público específico com suas peculiaridades, suas dinâmicas de vida; e não o contrário", finaliza.

Sobre O Pequeno Nazareno:

A Associação Beneficente O Pequeno Nazareno é uma Organização da Sociedade Civil (OSC), sem fins lucrativos, fundada em 1993 por Bernardo Rosemeyer. "Ela se tornou referência nacional no atendimento a crianças e adolescentes em situação de rua, suas famílias e comunidades. Bernardo à época era pertencia à Ordem dos Frades Menores.

De origem alemã, veio ao Brasil como seminarista para realizar o objetivo de ser um Franciscano", conta Adriano Ribeiro, coordenador de projetos sociais da ONG. Em meados dos anos 1980, Bernardo se deparou com a tragédia das crianças e adolescentes que viviam nas ruas e praças de Fortaleza. "Escandalizado com a situação dos "meninos de rua", liderou um grupo de pessoas sensíveis ao fenômeno e o trabalho resultou na fundação d'O Pequeno Nazareno. A OSC que surgiu em Fortaleza, tem filiais em Recife e Manaus", conclui Adriano.

Ações do projeto

1) Banho com Dignidade: banho, doação de roupa limpa ,refeição e água para consumo , orientações e atendimento médico para pessoas que estão em situação de rua; 2) Sensibilização junto a comunidades onde atuam (Caça e Pesca, Vicente Pinzon, Praia do Futuro e Cais do Porto) sobre os cuidados, diagnóstico e enfrentamento à Covid-19 através do diálogo e fixação de lambes; doação de alimentos e itens de higiene; 3) Sensibilização sobre os cuidados, diagnóstico e enfrentamento da Covid-19 através do diálogo ; doação de alimentos e itens de higiene junto as famílias dos adolescentes atendidos no Projeto Gente Grande do Pequeno Nazareno (Público proveniente de diversas comunidades. Estão na fase de arrecadação para responder a demanda - corresponde a 130 famílias); 4) Serviço de acolhimento institucional à crianças e adolescentes em situação de rua.

Para doar

Para ajudar as crianças, adolescentes e famílias da ONG O Pequeno Nazareno, a população pode doar qualquer item de higiene ou alimentação.

Razão Social: Associação Beneficente O Pequeno Nazareno / CNPJ: 00.371.537/0001-68 Conta Bradesco: 4050-9 Agência: 1579-2 Conta Banco do Brasil: 17666-4